Terça, 27 Junho 2017 10:38

Defesa de Mestrado

Avalie este item
(0 votos)

Defesa de Mestrado

Título: A estrutura do sistema viável de desenvolvimento sustentável a partir dos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU para os municípios do estado de São Paulo: uma aplicação do viable system model para prefeituras municipais

Autor(a): João Henrique Paulino Pires Eustachio

Data: 10/08/2017, às 14h30

Local: Sala 43 - Bloco B2 - FEA-RP

Resumo: O desenvolvimento municipal sustentável é um fenômeno complexo. Para que seja possível entender tal fenômeno, é necessário levar em consideração como se comportam as diversas variáveis de dimensões distintas e a interação de uma grande quantidade de atores envolvidos em um processo dinâmico, transformando constantemente o sistema social de uma determinada região. Esta dissertação tem em sua essência, ser um trabalho que está de acordo com o novo paradigma da ciência, descartando explicações simples e prontas sobre o desenvolvimento. Busca agregar toda a complexidade, instabilidade e intersubjetividade que o assunto compreende. Assim, o principal objetivo deste trabalho é desenvolver e diagnosticar o sistema de administração das prefeituras municipais para o desenvolvimento sustentável, tendo como base os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), utilizando como métodos o Viable System Model (VSM) em prefeituras municipais e a criação de Indicador Sistêmico-Cibernético de Desenvolvimento Sustentável (ISCDS) por meio da análise fatorial (AF) para os municípios do estado de São Paulo. Os objetivos específicos também são desenvolvidos de maneira a contribuir ao objetivo principal. Dentre eles estão: diferenciar os diversos conceitos de desenvolvimento, identificar e delimitar o sistema onde acontece o desenvolvimento local, verificar como os ODS podem ser uma forma de promover o desenvolvimento sistêmico, identificar as principais variáveis secundárias que podem compor o desenvolvimento local e que estejam ligadas a cada um dos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, desenvolver um indicador capaz de medir o desenvolvimento sistêmico utilizando os ODS e, por fim, identificar as diferenças entre os municípios do estado de São Paulo criando agrupamentos de municípios semelhantes. Para tanto, este é um trabalho sistêmico tanto em sua filosofia quanto estrutura, adotando métodos e técnicas tanto quantitativas como qualitativas para se chegar aos resultados das perguntas de pesquisa. Para que fosse possível obter conhecimento suficiente acerca dos temas tratados e propor uma base metodológica sólida de modo a mostrar os resultados esperados, optou-se por realizar um amplo referencial teórico, envolvendo três itens: desenvolvimento, abordagens sistêmico-cibernéticas e objetivos de desenvolvimento sustentável. Os resultados mostraram que é possível aplicar o VSM no sistema administrativo das prefeituras municipais, sendo uma poderosa ferramenta para administrar o a prefeitura de maneira eficiente e também útil para identificar diversas falhas sistêmicas, conforme são expostas nas considerações finais deste trabalho. Por meio da análise fatorial, tendo como base os ODS, foi possível desenvolver um modelo para se medir o desenvolvimento sustentável sistêmico municipal: o ISCDS para os 645 municípios do estado de São Paulo. A partir da obtenção do ISCDS, foram encontrados sete clusters com características diferentes, indicando a necessidade de tratativas administrativas diferentes que visem o desenvolvimento sustentável para cada agrupamento encontrado.

Departamento de Administração.

Lido 141 vezes