Quinta, 27 Abril 2017 08:56

FEA-RP completa 25 anos com reconhecimento nacional e internacional e novos desafios

Avalie este item
(1 Voto)

 “A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP ganhou respeito e reconhecimento nacional e internacional a partir de um trabalho de luta que precisa ser lembrado e relembrado”, foi assim que o vice-reitor da USP, Vahan Agopyan, no exercício da reitoria, parabenizou a atuação da Faculdade, na cerimônia que comemorou os 25 anos de criação da Unidade, realizada no dia 20 de abril.


Segundo Vahan, os alicerces da FEA-RP foram muito bem colocados, como ficou evidente no relato daqueles que participaram da criação da Faculdade. “Parabéns e os agradecimentos da USP a toda comunidade e aos dirigentes que passaram e aos que estão aqui e que conseguiram manter a Faculdade na vanguarda”.

 

25 anos FEARP 22

 

O vice-reitor lembrou que a USP nasceu no século passado a partir da imposição de desafios aos gestores da época, que criaram um novo conceito de Universidade, moderna e com padrões que foram novidades em todo o hemisfério sul. Ressaltou que a expansão da USP para o interior do Estado também aconteceu a partir de desafios, que levaram os antecessores a criar Unidades com caráter e personalidades próprias que resultaram em centros com o tamanho e qualidade de universidades europeias de ponta. “A USP não se vangloria só do passado, também olha para frente. Em 25 anos a FEA-RP atingiu um patamar invejável e, cabe aos gestores atuais e futuros, alunos e comunidade em geral, desenvolver novos desafios e garantir que a Unidade consiga ser continuamente referência nacional e internacional nas suas áreas de atuação”, concluiu.

25 anos FEARP 2

O pró-reitor de graduação da USP, professor Antonio Carlos Hernandes, deu destaque à história da Unidade e à contribuição da FEA-RP para a USP. “Parabenizo a FEA-RP pelo apoio que tem dado à USP, especialmente ao ensino de graduação. Nos relatos que ouvi desses 25 anos, a dificuldade tem o caráter de entrar na alma das pessoas e não sai, e isso faz com que as Unidades cresçam cada vez mais”.

 

Na cerimônia, os principais homenageados foram os ex-alunos que tiveram destaque de mérito acadêmico nas colações de grau. Representantes de cada uma das turmas foram convidados. “São 21 anos de turmas já formadas. Escolhemos homenagear os alunos porque eles lutam para entrar na Universidade, e a nossa função é entregar jovens de talento e com boa formação à sociedade”, comemorou o professor Dante Pinheiro Martinelli, que exaltou também o trabalho da comissão encarregada das festividades de 25 anos da FEA-RP.

 

Na cerimônia, também estiveram presentes o prefeito de Ribeirão Preto, Antônio Duarte Nogueira Júnior, e os professores Roberto Brás Matos Macedo, Eliseu Martins e Marcos Cortez Campomar, que participaram diretamente da implantação da FEA em Ribeirão Preto e contaram suas histórias e experiências na relação com a Faculdade.

 

Duarte Nogueira destacou a importância da FEA-RP em sua administração. “Aprendi com os professores desta Faculdade, os cinco “Ps” da minha administração: priorizar, propagar, planejar, persistir, e perenizar, para que as conquistas realizadas nesse percurso não retrocedam”.

25 anos FEARP 18

Roberto Macedo foi relator da Comissão encarregada da criação da FEARP e lembrou da necessidade da multidisciplinaridade nos cursos da Universidade, deixando mais um desafio para Unidade. “Eu defendo a integração dos cursos na Universidade”.

“Em 98 assumi a diretoria da FEA e consequentemente da sua extensão, e uma das minhas grandes bandeiras foi que tivesse esse ‘divórcio amigável’ e que fosse dada completa autonomia à FEA Ribeirão. Foi um trabalho bastante grande, junto a toda a comunidade do Campus e pouco antes do término do meu mandato conseguimos uma votação extraordinária onde tivemos zero votos contrários para a autonomia da Unidade do interior”, lembrou o professor Eliseu Martins.

O primeiro diretor da FEA-RP após a emancipação, o professor Campomar, relembrou seus objetivos no início da gestão. “Eu tinha responsabilidades específicas, como montar uma Congregação, criar a estrutura de uma escola independente, e manter a imagem que a FEA Ribeirão já havia conquistado”.

Na cerimônia também foi exibido vídeo com a história da Faculdade e depoimentos de seus fundadores e dirigentes, que pode ser conferido aqui.

Lido 1444 vezes