Terça, 02 Janeiro 2024 14:56

Auxílio Permanência é instituído no Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil (PAPFE) da USP

Avalie este item
(0 votos)

Foi instituído em 21 de dezembro de 2023, por meio da Resolução nº 8555, o Auxílio Permanência no Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil da USP (PAPFE), sob coordenação da Pró-Reitoria de Inclusão e Pertencimento (PRIP), com o objetivo de oferecer condições de permanência a estudantes em condição de vulnerabilidade socioeconômica.

Poderão se inscrever no Auxílio Permanência alunos(as) de graduação e pós-graduação stricto sensu da USP com renda familiar per capita até 1,5 salário mínimo paulista que não tenham concluído outra graduação na USP. Além disso, os(as) estudantes deverão atender condições relacionadas ao seu desempenho acadêmico como obter aprovação, por nota e frequência em, pelo menos, 20% (vinte por cento) dos créditos em que estiver matriculado(a) no semestre e serem aprovados por frequência em, pelo menos, 50% (cinquenta por cento) das disciplinas em que estiver matriculado(a).

Além disso, haverá duas modalidades de Auxílio Permanência: integral e parcial. O auxílio parcial só será concedido àqueles(as) que obtiverem vaga nas unidades de moradia estudantil ofertadas pela Universidade e a concessão de Auxílio Permanência, tanto integral quanto parcial, implicará automaticamente a gratuidade das refeições servidas nos restaurantes universitários da Universidade, a título de Auxílio Alimentação.

Importante destacar que o Auxílio Permanência poderá ser acumulado com uma única bolsa acadêmica, dentre as quais se destacam: Bolsas de Iniciação Científica, Bolsas PUB, Bolsas do Programa de Aperfeiçoamento do Ensino (PAE), bolsas concedidas por agências de fomento à pesquisa, bolsas de estágio pagas pela USP etc.


A divulgação do Auxílio Permanência será realizada via edital específico, nele fazendo constar os critérios de elegibilidade, bem como a documentação necessária para a inscrição que será avaliada pelas assistentes sociais do campus onde o(a) estudante realiza seus estudos. Para ler a resolução na íntegra, clique aqui.  


Por: Rodrigo Basso, Assistência de Comunicação da FEA-RP/USP.

Lido 545 vezes