Novidades

         Próximos Eventos

  

 

Agenda Qualificações

Agenda Defesas

  • Rafael Confetti Gatsios Open or Close

    Prezados(as) Senhores(as),


    Seguem informações a respeito do pré-agendamento da defesa de tese de Doutorado agendada na FEA-RP:

    Área:  Controladoria e Contabilidade
    Data:  29/01/2018, às 09h00*
    Local: Sala 43, Bloco B2 da FEA-RP
    Título: Reavaliação da superioridade dos analistas na previsão de resultado futuro das empresas brasileiras de capital aberto
    Autor: Rafael Confetti Gatsios

    Banca: Prof(a). Dr(a). Fabiano Guasti Lima (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Luiz Eduardo Gaio (Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP)

    Prof(a). Dr(a). Elizabeth Krauter (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - FEA/RP)

    Prof(a). Dr(a). Rodrigo Lanna Franco da Silveira (Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP)

    Prof(a). Dr(a). Wilson Toshiro Nakamura (Universidade Presbiteriana Mackenzie - UPM)

    Prof(a). Dr(a). Antonio Lopo Martinez (Fundação Instituto Capixaba de Pesquisa em Contabilidade, Economia e Finanças - FUCAPE)

    *Conforme normas  do Programa, a defesa será realizada na data  pré-agendada mediante apresentação do 3º parecer  favorável emitido pelos membros titulares. Caso isso não  ocorra, a partir da  posse do 3º (terceiro) parecer desfavorável, a Tese é  considerada não apta para defesa, contudo o aluno terá garantido o direito de  defesa, desde que apresente justificativa circunstanciada  com anuência do orientador, em no máximo 15 (quinze) dias após a recepção do  3º parecer desfavorável comunicado ao aluno e  orientador.     

    Resumo: A pesquisa apresenta um estudo sobre a superioridade dos analistas de mercado com relação aos modelos random walk na previsão de resultados futuros das empresas brasileiras de capital aberto no curto e longo prazo. A literatura tradicional indica superioridade irrestrita dos analistas de mercado sobre os modelos de séries temporais por conta das vantagens de tempo e informação desses agentes (BROWN et al., 1982a; 1982b). No entanto, estudos recentes da literatura internacional apontam para a necessidade de reavaliação dessa superioridade indicando que, para determinadas características da empresa e principalmente para estimativas de longo prazo, não se verifica superioridade dos analistas com relação aos modelos de séries temporais (BALL, GHYSELS, 2017; BRADSHAW et al., 2012; LACINA et al., 2011; LOREK, PAGACH, 2014). Partindo desses achados, essa pesquisa defende a TESE de que para o caso brasileiro a superioridade dos analistas não é irrestrita. Esse trabalho avalia as previsões dos analistas e dos modelos random walk, simples e com crescimento, no curto e longo prazo para as empresas brasileiras de capital aberto no período de 2010 a 2015. Os dados foram obtidos via plataforma da Thomson Reuters®, nas bases de dados do I/B/E/S® e Thomson Financial. Seguindo a literatura, foram utilizados testes de diferença de média. Como diferencial da pesquisa foi realizada uma análise de dados em painel no sentido de permitir uma avaliação mais precisa sobre os determinantes da superioridade dos analistas para o caso brasileiro. Ainda, foi proposto um modelo de regressão linear simples para avaliar o conteúdo informacional das previsões dos analistas de mercado e dos modelos random walk. Os resultados indicam: i) maior acurácia de previsão paras os modelos random walk simples quando comparados com os modelos de random walk com crescimento; ii) para a amostra total, nota-se maior acurácia da previsão dos modelos random walk no curto e longo prazo, com superioridade dos analistas apenas para previsões com 3 meses de defasagem; iii) além da defasagem de previsão, a variabilidade dos lucros, a quantidade de analistas, a dispersão das estimativas dos analistas, o tamanho da empresa, o resultado positivo ou negativo, a listagem em índice de mercado e a idade da empresa no mercado de capitais são fatores que alteram a superioridade dos analistas para o caso brasileiro; iv) maior conteúdo informacional das previsões random walk para previsão de lucros futuros das empresas. Esses resultados são importantes nas decisões de investimento. Ainda, os achados são relevantes para pesquisas da área de finanças e contabilidade que utilizam essa variável para responder a diferentes questões de pesquisa, uma vez que, ao contrário do apontado pela literatura internacional, as evidências sugerem superioridade de previsão dos modelos random walk quando comparados com as previsões dos analistas de mercado.