O aluno pode solicitar bolsas de estudo Demanda Social-CAPES para os primeiros 6 meses do curso, período em que deverá preparar e submeter projeto de pesquisa em uma agência de fomento do Brasil, que ofereçam bolsas para mestrado como: FAPESP e CNPq ou do exterior.

Além destas oportunidades, alunos estrangeiros contam com auxilios especificos como o PEC/PG: aqui

A seguir descrevemos os diversos tipos de bolsas:

 

CAPES Demanda Social – alocada pela comissão coordenadora

Estas bolsas disponibilizadas pela CAPES são alocadas aos solicitantes de menor tempo de ingresso no curso e de maior nota geral nos testes de admissão entregues pelo candidato no seu processo seletivo.

O Programa dispõe de 10 bolsas de Mestrado e 8 para o Doutorado, as quais são realocadas semestralmente. 

Duração: máximo de 12 meses. 

Inscrições: divulgação das vagas e orientações pela Secretaria do Programa.

Uma deliberação interna da CCP-PPGCC, estabelece os critérios do PPGCC para concessão de bolsas DS-Capes.

Normas da CAPES sobre a concessão de bolsas:

 

FAPESP

Destina-se a alunos regularmente matriculados em programas de pós-graduação stricto sensu para desenvolvimento de projeto de pesquisa que resulte em dissertação.

Submissão dos pedidos: fluxo contínuo.

Duração: máximo de 24 meses.

 

CNPq

Destina-se a alunos regularmente matriculados em programas de pós-graduação stricto sensu.

O CNPq lança anualmente edital diretamente aos orientadores.

Submissão dos pedidos: semestral (março e agosto)

Duração: máximo de 24 meses.

Requisito básico: ter docente orientador.

 

Bolsas Programa Institucional de Doutorado Sanduíche no exterior (PDSE) - CAPES