Depoimentos

 

alyne2 

 

 

Alyne Anteveli Osajima 

ralph1 

 

 

Ralph Melles Sticca
 

andremachado

 

 

André Machado da Silva

           
Murillo Torelli

 

Murillo José Torelli Pinto

       

 

 

Prêmios e Destaques

  • A  egressa do curso de doutorado Anelise Krauspenhar Pinto Figari, orientada pelo Prof. Dr. Fabiano Guasti Lima, conquistou o 1º lugar do Prêmio CRC-SP de Melhor Tese, com o trabalho intitulado: Direcionadores de valor das cooperativas agripecuárias brasileiras (Dezembro/2019)

 

  • O aluno do curso de doutorado André Feliciano Lino e seu orientador Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, receberam o prêmio de melhor trabalho apresentado em sessão plenária entre todas as áreas do XIX USP International Conference in Accounting, realizado de 24 a 26 de julho de 2019, com o trabalho intitulado: "Information systems driving accountants’ agency to cope with public sector financial rules". (julho/2019)

 

  • O egresso do curso de doutorado Ricardo Rocha de Azevedo e seu orientador Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, receberam o prêmio de melhor trabalho na de Contabilidade Governamental e Terceiro Setor no XIX USP International Conference in Accounting, realizado de 24 a 26 de julho de 2019, com o trabalho intitulado: "Eu resisto, eu postergo, eu aceito: efeitos da complexidade institucional na adoção de novas práticas de reporting em municípios". (julho/2019)

 

  • O aluno do curso de doutorado Luciano Bastos de Carvalho e seu orientador Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, receberam o prêmio de melhor trabalho apresentado no 4º Congresso UnB de Contabilidade e Governança, realizado de 28 a 30 de novembro de 2018, com o trabalho intitulado: "A lógica institucional da hierarquia municipal como influenciadora das práticas do Sistema de Controle Interno Municipal". (novembro/2018)

 

  • A aluna do curso de doutorado Lívia Maria Lopes Stanzani, recebeu o prêmio de melhor artigo da área de Finanças no XXI SEMEAD, ocorrido de 07 a 09 de novembro de 2018. O artigo intitulado  “Uma análise da contribuição econômica e social das cooperativas agropecuárias brasileiras pela demonstração do valor adicionado (DVA), foi realizado em coautoria com Paola Richter Londero, egressa do PPGCC (FEA) e Prof. Dr. Ariovaldo dos Santos (FEA). (novembro/2018)

 

  • O egresso do curso de doutorado Dr. Ricardo Rocha de Azevedo e seu orientador Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, receberam o prêmio de melhor trabalho do grupo de trabalho Gerenciamento de Organizações Públicas do V Encontro Brasileiro de Administração Pública(EBAP), com o trabalho intitulado: "Uso cerimonial do planejamento de resultados nos municípios de São Paulo e sua consequência para a accountability". (junho/2018)

 

  • O egresso do curso de doutorado Dr. Ricardo Rocha de Azevedo, que foi orientado pelo Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, obteve o 2º lugar no Prêmio SOF de Monografias, na categoria Orçamento Público com o trabalho intitulado: "Resistências ao planejamento de resultados e a lógica orçamentária dominante em municípios". (junho/2018)

 

  • O egresso José Marcos da Silva, orientado pelo Prof. Dr. Amaury José Rezende, conquistou o 1º lugar do Prêmio CRC-SP de Teses e Dissertações, com o trabalho intitulado: A influência do ciclo de vida organizacional sobre o nível de planejamento tributário.  (Dezembro/2017)

 

  • A aluna do curso de doutorado Lívia Maria Lopes Stanzani e o Prof. Dr. Silvio Hiroshi Nakao, obtiveram a premiação do artigo "A peditibilidade dos métodos de apresentação das despesas na DRE" no 7º Congresso da UFSC de Controladoria e Finanças, que ocorreu nos dias 10,11 e 12 de Setembro de 2017. (Setembro/2017)

 

  • O aluno do curso de doutorado Aviner Augusto Silva Manoel e seu orientador Prof. Dr. Marcelo Botelho da Costa Moraes e os co-autores Prof. Dr. Marcos Fava Neves e Prof. Dr. David Ferreira Lopes Santos, obtiveram a premiação do artigo "Determinants of corporate cash holdings in time of crisis: insights from Brazilian Sugarcane Industrial Companies" no simpósio do International Food and Agribusiness Management Association (IFAMA), que aconteceu em Miami (Estados Unidos), entre os dias 18 e 20 de junho. (Junho/2017)

 

  • O egresso do curso de doutorado José Marcos da Silva, foi aprovado em concurso público e hoje é docente na Faculdade de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Uberlândia (FACIC / UFU). (Janeiro/2017)

 

  • A aluna do curso de doutorado Luana Zanetti Trindade foi convidada pela Profa Dra Emanuela Todeva, da University of Surrey, para participar da disciplina “Strategy”, no módulo concentrado no período de 01 de novembro a 21 de novembro de 2015. (Novembro/2016)

 

  • O aluno do curso de doutorado Sérgio da Silva Ignácio participou do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior – PDSE, na University of Illinois at Urbana-Champaign, nos Estados Unidos, sob a coorientação do Professor A. Rashad Abdel-Khalik e orientação do Prof. Silvio Hiroshi Nakao do PPGCC da FEA-RP/USP, no período de julho/2016 a junho/2017. (2016)

 

  • Os alunos do curso de doutorado Ricardo Rocha de Azevedo e André Feliciano Lino e o Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, obtiveram a premiação como melhor trabalho na área "Contabilidade Governamental e do Terceiro Setor" no XVI Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, com o trabalho intitulado "Isomorfismo, Tribunais de Contas e a Automatização da Coleta de Dados de Municípios". (Julho/2016)

 

  • O aluno do curso de doutorado Ricardo Rocha de Azevedo, conquistou o segundo lugar no VIII Prêmio SOF de Monografias, promovido pela Secretaria de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O trabalho, intitulado “Metas Fiscais: ferramenta de planejamento pelos estados brasileiros?”, foi desenvolvido em conjunto com Alex Fabiane Teixeira, da Universidade de Brasília (UNB). (Março/2016)

 

  • Os egressos Fabrício José do Prado e Murillo José Torelli Pinto, orientados, respectivamente, pela Profa Maísa de Souza Ribeiro e Prof. Vinicius Aversari Martins, conquistaram o 1º e 2º lugares, do Prêmio CRC-SP de Teses e Dissertações. A premiação ocorreu dia 14 de dezembro de 2015, durante as comemorações dos 69 anos de instalação do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo. Mais informações: www.crcsp.org.br/portal_novo/noticias/noticias/not2015_12_026.htm. (Dezembro/2015)

 

  • O aluno do curso de doutorado Ricardo Rocha de Azevedo e seu orientador Prof. André Carlos Busanelli de Aquino, receberam o prêmio de melhor trabalho na categoria sênior da área temática Contabilidade Governamental e Terceiro Setor no XV Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, realizado em São Paulo entre os dias 29 e 31 de julho. O tema do trabalho foi "O “ir”realismo orçamentário nos municípios brasileiros". (Julho/2015)

 

  • A aluna do curso de mestrado Clarice Gutierraz Kitamura Kajimoto e seu orientador Prof. Silvio Hiroshi Nakao conquistaram o prêmio de melhor trabalho na categoria júnior da área temática de Societária, no XV Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, realizado em São Paulo entre os dias 29 e 31 de julho, com o tema "Persistência dos lucros tributáveis com a adoção de IFRS no Brasil". (Julho/2015)

 

  • O aluno do curso de doutorado Ricardo Rocha de Azevedo, orientando do Prof. Dr.André Carlos Busanelli de Aquino, obteve a primeira colocação no VII Prêmio SOF de Monografias, organizado pela Secretaria de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, no tema 2 - Aperfeiçoamento do Orçamento Público. Monografia: Imprecisão na Estimativa Orçamentária dos Municípios Brasileiros. (Fevereiro/2015)

 

  • Os egressos Lucilene Moreira Pedro, Antônio de Cístolo Ribeiro e Ralph Melles Sticca, orientados, respectivamente, pela Profa Maísa Ribeiro e Silvio Nakao receberam Prêmio CRC de Teses e Dissertações, com o 3º, 4º e 5o lugares. A entrega da premiação foi na sede do CRC-SP dia 16/12/13.(Dezembro/2013)

 

  • Lucilene Moreira Pedro e sua orientadora Profa Maisa de Souza Ribeiro recebem Prêmio ABCR de Melhor Dissertação de Mestrado, com o título "Análise dos diferentes contratos de concessão rodoviária e suas contabilizações". A entrega da premiação foi realizada em Santos no dia 12/8/2013, durante o 8º Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões – CBR&C 2013. (Agosto/2013)

 

  • O Jornal Valor Econômico veiculou duas matérias referentes ao resultado da dissertação do mestrado do egresso do curso de mestrado Antônio de Cístolo Ribeiro, orientado pela Prof. Dra. Maisa de Souza Ribeiro (Outubro/2012). Leia as matérias aqui.

 

  • A mídia veiculou resultado da pesquisa da egressa Profa. Vivian Lapini. Em sua pesquisa defendida em fev/2012, Vivian apontou que os cursos de pós-graduação stricto sensu em contabilidade no Brasil focam a formação em pesquisa, preponderantemente, e dão menos atenção à formação docente. Veja a matéria completa no Professores News. (Abril/2012).

 

  • Maria Elisabeth Moreira Carvalho Andrade da turma de 2008, recebeu o Prêmio ABCR de Melhor artigo com o trabalho "Um estudo de caso sobre contabilização dos ativos e passivos na Parceria Público-Privada da MG 050". Orientada pelo Prof. Vinícius Aversari Martins, a pesquisa analisa o modelo contábil da concessionária, parceiro privado da PPP. (Outubro/2011).

 

  • Sérgio da Silva Ignacio, orientado do Prof. Dr. Silvio Hiroshi Nakao, da turma de 2008, com o estudo "Avaliação da conexão entre as normas e práticas contábeis e fiscais no Brasil", ganhou o Prêmio Prêmio Anefac Price de Estudos Tributários. O concurso promovido pela ANEFAC e a PwC avaliou os melhores estudos sobre temas tributários. (Outubro/2011).

 

  • Eduardo Castaldelli Junior, orientado do Prof. Dr. André Carlos Busanelli de Aquino, recebeu Prêmio de Melhor Trabalho do Congresso USP de Controladoria e Contabilidade na área de Controladoria e Contabilidade Gerencial (Julho/2011).

 

Agenda Qualificações

Agenda Defesas

  • João Paulo Augusto Eça Open or Close

    Área:    Controladoria e Contabilidade

    Curso: Mestrado
    Data:    10/01/2020, às 15h00 - horário de Brasília
    Local: 
    Sala 43, bloco B2 da FEA-RP
    Título: Efeito das fontes de financiamento sobre a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa: evidências para o Brasil
    Autor: João Paulo Augusto Eça

     

    Banca: Prof(a). Dr(a). Maurício Ribeiro do Valle (Presidente)

    Prof(a). Dr(a). Tatiana Albanez (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - FEA) - MCONF RNP

    Prof(a). Dr(a). Andrei Aparecido de Albuquerque (Universidade Federal de São Carlos - UFSCar)

    Prof(a). Dr(a). Marcelo Botelho da Costa Moraes (FEA-RP)

     

    Resumo: 

    Em mercados imperfeitos, caracterizados por forte presença de custos de falência, de custos de agência e de assimetria de informação entre os agentes, há imposição de restrição por parte dos credores à capacidade de financiamento externo das firmas. Com isso, considera-se que o investimento de empresas que sofrem restrição ao financiamento externo é dependente da geração de recursos internos (investimentos mais sensíveis ao fluxo de caixa). Entretanto, ao reconhecer a existência de características distintas entre as fontes de financiamento disponíveis, é possível que a restrição financeira sofrida pelas empresas possa ser diferente conforme a fonte de crédito utilizada pela empresa O que se questiona neste estudo é se as principais fontes de financiamento utilizadas pelas empresas são capazes de reduzir a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa e, consequentemente, a restrição financeira das firmas. Para responder a esta pergunta, o estudo contou com uma amostra de 153 companhias do setor industrial, tanto de capital aberto quanto de capital fechado, que foi subdividida entre firmas restritas financeiramente e não restritas (pelos critérios tamanho e rating). O modelo escolhido como base para as análises foi o de sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa, comumente utilizado em pesquisas que tratam de restrição financeira. Após as estimações, alguns resultados persistiram, a saber: i) a sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa verificada para as empresas consideradas financeiramente restritas; ii) a relação não significativa entre as variáveis representativas do crédito bancário e subsidiado sobre a restrição financeira das empresas restritas (sensibilidade do investimento ao fluxo de caixa) e iii) a relação negativa e significante entre a participação moderada da dívida de mercado de capitais e a restrição financeira das empresas restritas (sensibilidade negativa do investimento ao fluxo de caixa). Análises adicionais mostraram que as empresas que possuem participação moderada da dívida de mercado de capitais, em geral, têm maior heterogeneidade em sua estrutura de dívida, ou seja, acessam diferentes fontes de financiamento. Além disso, o estudo mostrou que as empresas que possuem acesso às diferentes fontes de financiamento aumentam seus investimentos nos períodos em que apresentam resultados adversos (queda do lucro ou, até mesmo, prejuízo contábil). Ao atingir resultados superiores nos exercícios subsequentes, essas empresas, em média, reduzem o volume de investimento. Tal comportamento explica, portanto, a sensibilidade negativa do investimento ao fluxo de caixa.

Atualização do site

  • Atualizado em: 11 Dezembro 2019, 16:17:29.